sexta-feira, outubro 07, 2011

"Politicamente correto"

                         Imagem: www.comercomsal.blogspot.com


Qual o termo apropriado para as pessoas com mais de 60 anos? Velho ou idoso? E como se referir a essa fase da vida: terceira, melhor ou suave idade? A mesma pergunta se estende à forma de tratar ou se referir a negros, homossexuais, deficientes, e por aí vai. Qual a linguagem adequada para tratar as diferenças? O movimento do politicamente correto prega que termos pejorativos devem ser banidos do vocabulário par evitar manifestações preconceituosas de gênero, idade, raça, orientação sexual, condição física e social.

Até as cantigas de roda ensinadas na infância e propagadas de geração em geração são condenadas pelo movimento e sofrem uma “adaptação”. Já não se canta ‘Atirei o pau no gato’, pois incita maus tratos aos animais, assim como a conhecida cantiga ‘O Cravo brigou com a Rosa’ que, na visão dos defensores do politicamente correto, estimula a violência entre gêneros.

Até que ponto é preciso suavizar ou camuflar termos para se viver em sociedade? O preconceito não estaria nas pessoas e atitudes ao invés de estar nas palavras? Os termos adotados não são uma forma de mascarar a realidade e cercear a liberdade de expressão? Não existe um meio termo ou o próprio bom senso para não agredirmos o próximo gratuitamente por palavras?

O tema é bastante polêmico e deve gerar uma boa discussão no Sobre Todas as Coisas da próxima segunda-feira, 10. Participe! 

Um comentário:

Postar um comentário